Segundo a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística o setor  emprega no Brasil cerca de 7,5 milhões de pessoas em empregos diretos e indiretos.

Empregabilidade e estratégias

O ramo conseguiu manter a margem de demissões abaixo dos 15% e tende a contratar até 3% mais pessoas no próximo ano.

Isso acontece porque o manejo de medicamentos, alimentação e insumos alcança distâncias impressionantes em km’s rodados todos os dias, amenizando os efeitos da crise atual.

Contudo, para se manter competitivo será fundamental estruturar um programa de retenção de gastos e faturamento mais expressivo.

Ainda visto que o comércio digital também cresceu no período, aumentando a ocorrência de cargas fracionadas, muitas transportadoras deverão se adaptar a novas modalidades.

Esta adaptação ocorrerá ou já ocorreu para algumas empresas, sem uma prévia estruturação ou planejamento.

Dentre os métodos assumidos está a procura por sistemas que possibilitam maiores fluxos de cargas com conferências mais ágeis e confiáveis.

Contudo o processo acabou por selecionar naturalmente profissionais mais bem preparados e ligados as novas tecnologias.

Este setor tem agora mais do que nunca demanda por agilidade e cuidados extras, “forçando” colaboradores a atualizarem NR, informática e processos.

Contrapartida

À primeira vista algumas empresas sofrem para aprender vender, comunicar e gerir processos online, contudo, existe a máxima de que “a dor ensina gemer”.

Essa situação mostrou dentro do processo onde estavam as fraquezas da empresa forçando um análise SWOT mesmo de quem nunca ouviu falar sobre o assunto.

Em outras palavras a grande maioria das empresas do setor se mostram  mais preparadas a gerir uma crise do que se imaginava, graças a expertise de pessoas e link de relacionamentos.

Hoje as empresas oferecem ainda mais cursos, vantagens e facilidades a seus clientes e colaboradores, uma vez que profissionais e consumidores que conhecem melhor o produto e o processo encontram soluções mais efetivas diante das dificuldades.

SWOT

O termo SWOT do inglês

S=strength (força)

W=weakness (fraqueza)

O=opportunity (oportunidade)

T=Threat (ameaça), realiza uma análise detalhada.

Nesse sentido preparamos uma análise geral sobre o mercado, mesmo assim é altamente recomendado que você faça uma moldada a sua realidade.

Assim como em outros estudos, um mesmo tópico pode aparecer em duas galerias ao mesmo tempo.

 

 

FORÇAS

Pessoas=      Quando bem direcionadas e focadas.

ProcessosAplicados as necessidades especificas.

Tecnologia= Uma enorme gama de aplicativos e ferramentas tendem a organizar e facilitar o processo.

FRAQUEZAS
Estrutura=  Ambientes barulhentos, mal organizados ou mal aproveitado.

Pessoas=     Quando, não contentes em seus ambientes de trabalho ou com seus gestores.

Processos= Mal definidos ou mal direcionados,  falta de controle com carregadores veículos e pessoas no pátio de carga ou documentos mal organizados.

OPORTUNIDADES
Aplicação dos 5S= Mesmo que não haja a intenção de aplicar processo dos 5S, conhecer o programa pode revelar ideias e soluções.

Antecipação= Existem processos relativamente fáceis de se aderir, tais como: Envio antecipado de NF e manifesto, separação de vales pedágios e alimentação.  

AMEAÇAS
Fornecedores= Quando não cumprem prazos, ou quando não são prioridades do financeiro.

Concorrentes= Quando não agem como concorrentes e sim como adversários.

Preços= Combustíveis, taxas, pedágios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este análise SWOT é na verdade um análise curinga, pode ser aplicado a todas as empresas do ramo, é importante que seja feito um direcionado a sua empresa e realidade.

Ainda assim, é um análise útil no sentido de dar uma ideia e atentar para algumas percepções.

Afirmo que um análise não se trata apenas de algumas palavras escritas em uma tabela dividida em quatro partes, ela vai além, com descrições e estudos, textos explicativos e detalhamento direcionado.

Um análise SWOT bem definido tem em média duas páginas de estudos detalhados  para cada tópico dentro de cada célula, ele realmente ilustra com números verdadeiros  baseados em estudos.

Dadas as proporções de tamanha importância existem empresas que trabalham basicamente fazendo análise de base de outras empresas, criando um programa de soluções, adequações e rotinas práticas.

Previsões

De antemão podemos indicar que a taxa Selic projetada para o próximo ano é de 3%, um pouco abaixo da média, isso vai fazer com que as taxas de investimentos em créditos diminuam.

Como resultado desta previsão, o mercado deve aquecer facilitando renovação e aumento de frotas, investimento em tecnologia e capacitação.

Baseado na importância de conhecer seu mercado, dê uma atenção especial ao conceito de logística reversa, entenda que vai além de somente outra forma de logística, é um mercado que tende a crescer pois não é só uma entrega de produtos “usados”, claro que está mais ligada à empresa que produz, porém existe uma gama de adequações para os transportadores.

Como resultado de suas pesquisas sobre o assunto você vai se deparar com o termo logística sustentável.

Também perceberá uma crescente enorme em marketplaces de logística e logística 4.0.

Bem como os SaaS que são as plataformas WMS e as plataformas TMS como Brudam e Rotimiza que trabalham em nuvem sendo necessário só o acesso à internet.

Será o momento de investir em renovação e aumento de frotas? Indubitavelmente sim, a pasta de ações do governo já prevê projetos de aquecimento da economia e injeção de dinheiro em setores chave de empregabilidade.

Isso tudo resulta em uma demanda de transporte, pois a relação é proporcional, mais produção, mais carga a ser transportada.

Por último, uma previsão um tanto expressiva a médio prazo, falo de entregas por drones que já estão sendo testadas inclusive no Brasil, este assunto promete render muito material e será um próximo artigo aqui.

É óbvio que um drone não consegue entregar a eficiência de um caminhão nem mesmo de uma camionete, por outro lado não se trata de uma bobagem ou assunto sem sentido, pois em sua fase de testes já existem drones capazes de se deslocarem a mais de cem km por hora com carga de até 30kg, e custo médio por km em linha reta de 1/5 do preço do litro de combustível.

Vale ressaltar que entrega em linha reta diminui distâncias fazendo este valor diminuir ainda mais.

Por mais fantasioso que este assunto pareça ser, ele está chegando pra ficar, existem empresas mundiais investindo forte em pesquisas e soluções para fazerem suas entregas fracionadas cada vez mais rápido e mais baratas.

Lembro que quando criança eu assistia a desenhos animados e uma das coisas que mais me admirava era quando um determinado personagem escrevia uma carta para a empresa ACME colocava em sua caixa de correios, aquelas clássicas de desenho animado, então ficava ali aguardando por alguns minutos até sua encomenda chegar.

Impossível né? Será? Como ocorrem as entregas de supermercados, farmácias, comida e etc hoje em dia? não é basicamente a mesma coisa? Tá bem que a caixa de correios virou um app, mas tem mais daquilo do que de outra coisa.

 

Uma dica, que deixa de ser uma previsão é: Invista em seu pessoal, uma enorme gama de tecnologia está chegando.

 

Navegue por nosso blog e fique por dentro das novidades.