Existem muitas ferramentas para garantir a segurança dos caminhoneiros nas estradas. Entre elas, dois mecanismos causam dúvidas para muitos motoristas. São eles: o monitoramento e o rastreamento veicular.

Por isso, neste post lhe indicarei as especificações e tecnologias de cada um. Então, para estar no controle da própria segurança, leia até o final.

Vamos lá?

O que é rastreamento veicular?

O rastreamento veicular é o acompanhamento do veículo durante toda a rota, em tempo real. Esse acompanhamento acontece por meio de equipamentos conectados a serviços de satélite, telefonia e radiofrequência.

Uma das vantagens é que ele pode acompanhar o motorista através do rastreador de veículos mesmo à distância, gerenciar a frota, otimizar a logística da viagem e obter informações para economizar tempo e despesas durante a viagem.

O que é monitoramento?

Ao contrário do rastreamento de veículos, o monitoramento não é usado apenas para obter informações sobre a trajetória do caminhão, pois além disso, o sistema de rastreamento também pode gerar alertas com base nas informações coletadas.

Portanto, medidas de proteção podem ser tomadas em situações perigosas, como furtos e extravio da mercadoria.

Assim, o monitoramento é o acompanhamento e o tratamento dos alertas emitidos.

As principais empresas que efetuam este monitoramento, contam com uma central de atendimento 24 horas e um sistema de inteligência artificial, que reúne os dados coletados.

Isso auxilia no combate a furtos, roubos, fraudes e possibilita melhorias constantes para segurança e logística dos associados.

 

Como escolher entre rastreamento veicular e monitoramento?

Conseguiu entender a diferença entre as duas ferramentas? Então, agora você deve estar se perguntando por qual das duas optar, correto? Na realidade, o ideal é possuir os dois sistemas. Afinal, quanto mais segurança, melhor.

Mas, sabemos que nem sempre é possível ter as duas ferramentas, portanto, iremos apontar para qual situação cada uma delas é mais recomendada.

Começando pelo rastreamento veicular, ele é recomendado para quem necessita ser acompanhado a todo tempo e pode precisar de auxílio imediato.

Com o rastreamento, é possível identificar os desvios de rota, por exemplo, e agir imediatamente.

Se um motorista trafega constantemente por zonas perigosas, é importante que sua viagem seja acompanhada, caso haja algum evento.

Neste caso, o rastreador veicular (equipamento instalado no caminhão para conexão com uma rede) é indispensável para aumentar as chances de localização.

o monitoramento deve ser utilizado como uma ferramenta que permitirá coleta de dados e, em seguida, desenvolvimento de estratégias.

Por exemplo, se uma frota percebe recorrência de eventos em determinado trecho, com base no monitoramento de diversos motoristas, é possível traçar um plano para resolver o problema.

Conclusão

Para certos tipos de operações logísticas, é indispensável ter pelo menos um dos dois sistemas, assim os riscos são menores e há garantia de proteção caso algo aconteça.

Constantemente as empresas especializadas, realizam investimentos em estudos para estarem atualizadas com o melhor no mercado de localização e recuperação de veículos.

Afinal, isso faz toda a diferença em uma proteção veicular.