Você sabia que teremos mais uma cia aérea operando no transporte de passageiro no Brasil?

A Itapemirim recentemente adquiriu a concessão para iniciar as operações aéreas. Mas quando se fala de Itapemirim, temos que lembrar que a sua vivência no transporte de passageiros já é bastante consolidada no setor desse transporte por ônibus.

 

Um pouco de história

Sua história começou em 1953 no Espírito Santo, onde operava com o uma frota de 16 ônibus – que rodavam até 100 mil quilômetros por mês.

Na década de 60, a Itapemirim expandiu sua rota para o Norte e Nordeste. Foi quando recebeu uma nova identidade visual, sendo identificada pelos seus ônibus amarelos.

Já na década de 80, suas operações expandiram tanto para o Sul quanto para o Sudeste. Com esta ampliação, a Itapemirim resolveu montar a sua própria fábrica de carroceria.

Durante o ano de 2000, a empresa lançou o serviço chamado Golden Service – aqui foi o início de uma nova era de conforto para os seus passageiros, começou assim uma era de ônibus Leito. Logo após, foi lançado o Cinebus, que contava com uma frota de ônibus com televisão a bordo.

Isso é pouco da história da Viação Itapemirim, no que diz na experiência de transporte de passageiro. Mas onde entra essa história de se tornar uma companhia aérea?

 

A Cia Aérea

Atualmente estamos em uma crise da aviação global – causada pela pandemia do novo coronavírus. Mas isso não enfraqueceu o plano do Grupo Itapemirim, de focar no transporte rodoviário e entrar no setor de aviação com sua própria cia aérea.

O CEO do Grupo Itapemirim – Rodrigo Villaça, e o CEO da Itapemirim Linhas Aéreas – Tiago Senna, disseram que esperam começar a voar no primeiro trimestre do 2021.

Essa ideia de criar uma nova companhia aérea brasileira surgiu durante uma viagem aos Emirados Árabes Unidos, do governador João Doria (PSDB-SP), em fevereiro deste ano.

Na ocasião, Sidnei Piva – presidente e empresário da Itapemirim – anunciou um investimento de US $ 500 milhões, de um dos fundos soberanos dos Emirados Árabes Unidos.

 

As aeronaves

Conforme informado por Tiago Senna, a nova empresa voará com Airbus A320. Inicialmente, dez unidades foram encomendadas e o contrato já está assinado.

Essa notícia foi revelada em entrevista ao canal de aviação do YouTube Aviation, Space & ATC. Para Senna, pela facilidade de negociação, o melhor momento para começar um novo negócio é agora.

 

Esse modelo A320, é a aeronave que realmente atende a Itapemirim no momento, pois esta escolha foi muito técnica e claro que um tanto óbvia.

Hoje a Itapemirim Linhas Aéreas possui a condição de ter um treinamento adequado, com pilotos no mercado, tendo assim uma facilidade maior.

A oferta de modelo dessa aeronave é muito grande, o que facilitou as negociações para a decisão do uso de aeronaves no modelo A320.

No início serão 10 aeronaves para o ano que vem.  As rotas desta aeronaves que ainda possuem um certo mistério.

 

Eu, como uma pessoa empolgada com o transporte, me pergunto: o que será que a Itapemirim promete para a área do transporte de carga?

Não podemos esquecer a Itapemirim já possuiu cargueiros no passado.

 

Até a próxima!!!!