equipe no topo de uma montanha

Com certeza no seu dia a dia, constantemente é exigido melhoria na eficiência de equipes de logística, para que a sua empresa possa se destacar entre as outras transportadoras e assim manter um amplo entendimento de cada processo.

Assim o entendimento de cada gestor fica mais fácil de lidar com a equipe.

Um grande engano é achar que cuidar da empresa é focar no cliente, pois nem sempre o cliente tem razão.  Você deve está se preguntando “Como assim?”.

O foco deve ser na sua equipe interna de trabalho, pois garantir o sucesso do processo interno é praticamente dar um bom atendimento para o cliente.

Me peguei pensando nesse assunto e entendi que não existe uma fórmula capaz de garantir o sucesso em todos os casos, isso por que quando o processo envolve pessoas existem muitas variáveis.

Por isso no post de hoje vou falar um pouco mais da experiência que tive em muitas transportadoras que conheci. Segue a lista de alguns métodos poderosos:

 

#1 – O feedback é muito importante

A sua equipe sabe o que deve fazer e por que fazer?

Saber o que fazer, não é de fato o trabalho que deve ser executado, mas sim o resultado que ele gera.

Uma equipe que segue o mesmo ideal do seu gestor, porque confia nele e no resultado, é essencial.

Neste momento entra o poder do feedback, pois não adianta só a empolgação. Como falei anteriormente, o processo envolve pessoas, então vai haver o dia que mesmo todo mundo estando alinhado com o processo, as pessoas podem não estar motivadas.

Ao contrário do que vejo por aí, o poder do feedback no primeiro momento não é de você para equipe, e sim da equipe para você. Saber como sua equipe pensa é o mais importante, para que assim você consiga montar a estratégia com o que a equipe pensa e assim unindo com o processo da empresa.

 

#2 – Logística e relacionamento

Particularmente, este é um tópico que amo muito, pois até hoje não gosto de dormir de mal com alguém kkkk…

Por conta de uma rotina muito agitada como a logística tem, acaba que os problemas se sobressaem e muitas das vezes acabamos nos comunicando de forma incorreta.

Geralmente o colega pode levar a mal e assim “levar para o coração” este sentimento.

Sendo assim, tudo isso leva a uma resistência de ambos os lados, abrindo assim precedente para a baixa produtividade e ruídos na comunicação.

No momento em que a equipe passa a achar que não passa de apenas um recurso para a empresa, isso começa a retrair os talentos, ou seja, retraindo o melhor de cada um.

Lembre que todo o trabalho é importante, mesmo o menor deles. A importância não está no trabalho em si, mas sim no resultado que ele gera.

Desse modo, mostre esta importância a sua equipe, para que se motive da mesma forma que você se motiva.

E claro que uma equipe com boa estima é muito mais criativa e fica sempre a frente de qualquer problema, assim provoca uma boa estima com o cliente perante a sua empresa.

 

#3 – Monitoramento

Uma vez que a sua equipe esta motivada, agora é controlar essa boa estima, para que não decaia.

Pense que a intensão aqui, indiretamente, é que o cliente fique satisfeito. Dessa maneira, temos o fator que a pessoas não estarão motivadas todos os dias, então o que fazer?

Mostre o rendimento da equipe ou até o mesmo rendimento individual de cada funcionário, pois no momento que estamos desanimados nunca olhamos para tudo o que fazemos de bom.

Demonstrar o quanto cada pessoa é importante, comparando ela com o seu alto rendimento.

Assim você conseguirá demonstrar que as coisas não estão numa mesmice, como as pessoas pensam quando estão desmotivadas.

 

#4 – Saber de tudo um pouco

Uma vez que as dicas anteriores estão dando certo, o céu é o limite para cada membro de sua equipe. Pois agora, você terá pessoas interessadas em saber como funciona as outras áreas da empresa.

Lembrando que na logística a cada cliente e a cada nova demanda em sua empresa, o jeito de trabalhar pode sofrer transformações.

Sendo assim, com os processos em transformação, é indispensável que você saiba a capacidade que cada um tem para de se adaptar as mudanças no novo processo da empresa.

Neste momento será fundamental ter pessoas que possuem o interesse de conhecimento, trazê-las para esta nova fase da empresa e assim surgir um novo cargo, ou até mesmo uma promoção.

 

#5 – Manter a equipe determinada

Uma boa equipe gosta de saber que pode crescer no que faz, então busque oportunidade de capacitação para a sua equipe.

Quando você investe na melhora dos colaboradores, o trabalho final será sempre aprimorado.

Você, como responsável pela sua equipe, tem como dever buscar novas práticas executadas fora da sua empresa, para que tal situação seja praticada ou até melhorada dentro da sua empresa.

Na hora do processo de seleção, é importante ressaltar a tal “mão de obra qualificada”.  Porque nada adianta as dicas anteriores se a pessoa contratada estiver somente querendo ganhar um salário e tirar férias. Pois muito vale a aderência que tal pessoa tem com a sua empresa, ou com a “família” que você montou para trabalhar.

 

Acho que neste post,  consegui passar um pouco mais do nosso sentimento aqui dentro da Brudam, que acaba sendo o mesmo sentimento que se fossemos qualquer outra empresa de qualquer outro ramo de atividade.

Lidar com pessoas é um máximo!

Valeeeeu..