Andar sobre duas rodas. Sentir o vento no rosto com aquela sensação de liberdade.

Se você imaginou estar sobre uma moto, tudo bem, a sensação é idêntica. Mas no post de hoje não é a sobre duas rodas motorizadas que iremos abordar, e sim, a bicicleta!

Antes vista como um hobby, hoje ela se tornou business.

Mas e aí, o que tudo isso tem haver com logística?!

Fica comigo que eu te conto, o post de hoje será sobre Bike Delivery e o seu impacto na cadeia logística.

Coloque o capacete e siga comigo nesse passeio!

Boa leitura 🙂

 

COMO COMEÇOU?!

Buscando uma forma de locomoção nas grandes metrópoles, a bicicleta surgiu como uma alternativa barata e sustentável.

Menor tempo no trânsito, maior agilidade no deslocamento.

Observou-se aí, um grande potencial para agilizar as entregas dentro dos centros urbanos. Essa ideia tem sido aplicada em vários lugares do mundo inclusive aqui no Brasil.

 

DISSEMINAÇÃO

Na Europa, a DHL, líder mundial em serviços expressos,  está investindo fortemente nesse segmento de bike delivery. Essa ação tem vários benefícios incorporados. A sustentabilidade é um deles, menos emissão de gases poluentes na atmosfera. Outros são a redução na quilometragem e tempo gasto na entrega.

City Hub, modelo de bike delivery utilizado pela DHL.


As bicicletas, chamadas de City Hub, são adaptadas e suportam carga de até 125 kg.  Cada uma substituí DOIS veículos de entrega.

Segundo John Pearson, CEO da DHL Express Europe afirma:

“As bicicletas oferecem uma série de vantagens nas operações de entrega expressa: elas podem contornar o congestionamento de tráfego e fazer até duas vezes mais paradas por hora do que um veículo de entrega. O custo total de propriedade, ao longo da vida, é inferior a metade de uma van. E, crucialmente, elas geram emissões zero, o que reforça nosso próprio programa contínuo para minimizar o impacto ambiental e apoia os esforços dos governos municipais para promover uma vida urbana sustentável ”.

 

NO BRASIL

Por aqui, também é possível encontrar serviços de entrega por bike delivery. Com menos tecnologia que a City Hub da DHL,  mas com o mesmo propósito, agilizar as entregas, fugir do congestionamento, abranger regiões que determinados veículos não teriam permissão de acesso e também, impactar positivamente o meio ambiente, além de REDUZIR custos em toda a cadeia logística.

Abaixo, algumas das empresas que realizam esse serviço de entrega:

Ecobike Courier

Express Bikers

James Deliver

Eu entrego

Pedal Express

 

Essa tendência vem sendo adotada por alguns e-commerces. Os varejistas como Nestshoes e Amaro são alguns exemplos que optaram pela terceirização do serviço de entrega através das bicicletas, chamados bikeboys.

Outros segmentos também tem adotado essa alternativa de entrega, tais como: lavanderias, supermercados, distribuidores de bebidas, pet shops, restaurantes, lanchonetes, padarias, farmácias entre outros.

A Porto Seguro conta com a Bike Socorro, funciona da mesma forma que o guincho, o segurado entra em contato com a central, e dependendo da localidade e o evento caso possa ser resolvido no local, a locomoção do socorrista é feita de bicicleta, são os socorristas-ciclistas.

 

ECONOMIZE

Sabemos que o custo para manter veículos motorizados não é baixo. Gasto com combustível, troca de pneus, óleo, seguro, documentação, multas de trânsito – UFA!

São despesas necessárias? Sim, claro, por favor!

Mas perceba, que parte disso seria reduzido com o uso da bicicleta.

Temos o fator de espaço. As bicicletas ocupam menor espaço urbano, como por exemplo numa vaga de um furgão cabem até três triciclos e numa vaga de moto, duas bicicletas.  Isso resulta numa economia de espaço equivalente a um campo de futebol! Somente no Rio de Janeiro, em Copacabana, onde foi feito esse comparativo. 

No vídeo abaixo, outros dados muitos interessantes sobre as vantagens do bike delivery

 

Em algumas cidades do Brasil existem restrições na circulação de veículos, dependendo do porte. Essa preocupação estratégica é quase inexistente com o uso das bikes.

Em alguns casos, a bicicleta se torna a opção mais ágil que uma entrega de moto, com a vantagem que não tem restrição de horário, as entregas podem ser feitas durante o dia todo.

 

IMPORTANTE!

Ao adotar esse sistema de entrega, o ciclista deve estar preparado para rodar alguns quilômetros durante o dia todo.

Isso exige preparo físico e proteção.

O uso de equipamentos de segurança garantem que os ciclistas estejam seguros: capacete, roupas adequadas, luvas, adesivos refletivos.

Fazer periodicamente a manutenção da bicicleta, estende a vida útil do produto, colaborando para redução de custos.

Capacitação dos ciclistas, oferecendo treinamento básico de segurança no trânsito e preservação/conservação dos produtos que estão sendo transportados, otimizam a performance dos motobikers e garantem a satisfação dos clientes.

 

Como percebemos, o leque de possibilidades para esse opção de entrega é abrangente.

O bike delivery tem diversos pontos positivos. Beneficiando o ecossistema e a logística brasileira. 

É um novo modo de entrega que você pode dar a chance de conhecer melhor.

Se você já utilizou esse serviço de entrega, conte pra gente sua experiência, vamos adorar compartilhar com nossos seguidores e alimentar a cadeia logística com boas ideias!

Nos vemos semana que vem!