COMUNICADO

Realizamos uma atualização na emissão de cotação.

Os valores dos fretes são estabelecidos pelas transportadoras.

Esse valor é definido de acordo com diferentes elementos e segundo as necessidades da própria transportadora.

É importante saber também que alguns fatores têm mais peso na determinação do valor do frete, como o valor de ICMS pela operação de serviço de transporte prestado.

O QUE MUDOU?

Anteriormente era possível emitir uma cotação sem o CNPJ de origem e destino, porém o sistema poderia calcular o valor de ICMS divergente, pois no momento de emitir a minuta a partir da cotação e autorizar o CT-e, o sistema não previa a alíquota correta e nem a sua base de cálculo, pelo fato do valor do imposto ser diferente da cotação.

PORQUE?

Para o cálculo de imposto é necessário um CNPJ válido que trará os seguintes itens obrigatórios para o cálculo, tais como : Inscrição Estadual, código fiscal e demais.

COMO A BRUDAM CORRIGIU ISTO?

Realizamos uma atualização onde é necessário incluir o CNPJ de origem e destino para salvar a cotação quando na tabela está marcado para somar o ICMS AO FRETE.

Alternativa para quando não se tem o CNPJ:

No caso em que o transportador não tiver o CNPJ de origem ou de destino, terá que selecionar uma tabela que não some o ICMS ao frete.

Para definir se o valor de ICMS somará ou não  ao frete total da cotação executada pela transportadora, é preciso navegar até o modulo Comercial > Tabelas > Atalho 028 – Ver tabelas setando o parâmetro “Soma imposto (ICMS) ao frete”.

Isso torna o processo mais confiável.

#ComunicadoBrudam 😉

Qualquer dúvida favor contatar nosso suporte ou plantão em casos de urgência conforme telefones abaixo:

Porto Alegre: (51) 3500-7018.
Curitiba: (41) 3891-0865.
São Paulo: (11) 4858-0865.
Brasilia: (61) 3686-0865.
Salvador: (71) 2886-0835.

Plantão para emergências operacionais: (51) 9.9156-8029.